Proprionato de testosterona

O proprionato de testosterona é uma substância anabolizante bem conhecida. Mas, ela também é usada para reposição hormonal. Quem malha pesado tem nesse componente um poderoso aliado no aumento de massa muscular. Prova disso é que é um dos mais usados nas academias. Se você pretende usá-lo, deve realizar avaliação médica antes de consumir. Para começar seu estudo sobre o medicamento, não perca esse conteúdo! Aqui você saberá tudo sobre o propionato de testosterona.

O que é o Propionato de Testosterona?

O Propionato de Testosterona é um derivado da testosterona, nome científico do Testogar. Trata-se da substância sintética que mais se aproxima do hormônio, sendo considerada uma réplica perfeita.  Os primeiros estudos sobre o componente foram publicados em 1935 e foi lançado comercialmente, sob o nome de Testoviron pelo laboratório alemão Shering AG. Foi a versão da testosterona mais usada até os anos 60.

A substância está presente no anabolizante Durateston, na quantidade de 30 mg. Ele possui três apresentações: aquosa, creme e gel. Quando aquoso, deve ser aplicado sem nenhum pré-preparo, mas, nas formas creme e gel precisa ser enviado para manipulação. Uma curiosidade é que até os anos 80 existia uma versão do Propionato de Testosterona na forma de comprimido sublingual.

O propinato é prescrita para homens com hipogonadismo, condição onde há diminuição do hormônio testosterona. Também é indicado para o agravamento do hipogonadismo, a andropausa. Para fins estéticos, esse derivado da testosterona da energia, reduz os níveis de gordura, propicia aumento muscular e impede o catabolismo, processo que deforma os músculos.  A substância também estimula a produção de glóbulos vermelhos, melhorando o sistema imunológico. Importante ressaltar que não é recomendado para levantamento de peso e musculação.

Quanto usar por aplicação?

A quantidade recomendada no primeiro ciclo é 200 mg a 400 mg por semana. Iniciantes podem chegar até 500 mg, desde que médico e/ou nutricionista e educador físico atestem a necessidade dessa dosagem. Quem treina profissionalmente pode usar 1000 mg e fisiculturistas em nível avançado chegam a 1500 mg. Sempre bom lembrar que quanto maior a dosagem, maior a exposição e gravidade dos efeitos colaterais.

Efeitos colaterais

  • Dor local após a injeção da substância;
  • Retenção de líquidos;
  • Aumento da pressão;
  • Irritabilidade;
  • Insônia;
  • Dificuldade de concentração;
  • Queda de cabelo;
  • Acne;
  • Problemas cardíacos e renais;
  • Diminuição da libido;
  • Dificuldade para ter ou manter ereção;
  • Ginecomastia (seios femininos em homens);
  • Voz grossa, aumento de pelos e alterações no ciclo menstrual.

Terapia Pós-Ciclo Propionato de Testosterona

A TPC é um processo que visa a capacidade do organismo de produzir testosterona naturalmente. Esse período também promove uma “faxina” no fígado, preparando-o para continuar os ciclos com anabolizantes.

As substâncias mais usadas são o Clomifeno e o Tamoxifeno para normalizar a produção espontânea do hormônio masculino. Já o Cytadren é adotado para diminuir a ginecomastia, entretanto, o Clomifeno também pode ser empregado nessa missão.

Em relação às quantidades, geralmente, adota-se 100 mg/dia para Clomifeno e 20 mg a 40 mg/dia de Tamoxifeno. Embora sejam as mais comuns na TPC, pode-se usar outras substâncias. Somente o médico ou nutricionista poderá dizer quais as melhores drogas nesse processo.

Queremos saber o que você achou do anabolizante propionato de testosterona! Também queremos que você continue acompanhando o site! Temos muitas informações sobre ganho de massa muscular.

Descrição
product image
Total de avaliações
5 based on 2 votes
Marca
Landerlan
Nome do produto
Proprionato de testosterona
Preço
BRL 120.00
Avaliação
Out of Stock

Você pode gostar...

Deixe uma resposta